Uefs desenvolve atividades sobre o câncer de mama

 

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) realiza evento educativo sobre o câncer de mama, nesta quinta-feira (31), de 9 às 12h. As atividades, abertas ao público, serão desenvolvidas no Anfiteatro do módulo 2, campus universitário.

A iniciativa faz parte do Outubro Rosa, mês marcado por ações do Ministério da Saúde para intensificar discussões sobre o tema e estimular a realização de exames para detecção precoce do câncer de mama.

O evento “Uefs no Outubro Rosa – O que você sabe sobre o câncer de mama?” terá palestras sobre informações diversas, como diagnóstico e tratamento da doença, com a participação de professores do Departamento de Saúde da Instituição. A organização do encontro solicita que as mulheres, preferencialmente, vistam roupas na cor rosa, que é a tonalidade símbolo da campanha.

Mais informações através dos telefones (75) 3161-8191 e 3161-8318.

 

Programação

9h – Apresentação Musical – Estudantes do Curso de Música da Uefs

9h30 – “O que você precisa saber sobre o Câncer de Mama”

Profª Rita de Cássia Rocha – Enfermeira, docente do Departamento de Saúde/Curso enfermagem da Uefs

10h10 – “Diagnóstico e Tratamento do Câncer de Mama”

Profº Flávio Amorim Machado – Médico Mastologista – docente do Departamento de Saúde/Curso de Medicina da Uefs

11h – Discussão

12h – Encerramento

.

Martha Medeiros fala de desassossego

 

A Raça dos Desassossegados

 

Martha Medeiros

Foi no livro A caverna, de José Saramago, que o personagem Cipriano Algor definiu seu genro Marçal como um homem ‘da raça dos desassossegados de nascença’. Logo, pensei ao ler, ‘eu também sou’, assim como você deve estar pensando, ‘me inclua nessa’. À raça dos desassossegados pertencemos todos, negros e brancos, ricos e pobres, jovens e velhos. Bem, desde que tenhamos duas características: a inquietação (que nos torna insuportavelmente exigentes conosco) e a ambição de vencer não os jogos, mas o tempo, esse adversário implacável.

Desassossegados do mundo correm atrás da felicidade possível, e uma vez alcançado seu quinhão, não sossegam: saem atrás da felicidade improvável, aquela que se promete constantemente, aquela que ninguém nunca viu, e por isso sua raridade. Desassossegados amam com atropelo, cultivam fantasias irreais de amores sublimes, fartos e eternos, são sabidamente apressados, cheios de ânsias e desejos, amam muito mais do que necessitam e recebem menos amor do que planejavam. Desassossegados pensam acordados e dormindo, pensam falando e escutando, pensam antes de concordar e, quando discordam, pensam que pensam melhor, e pensam com clareza uns dias e com a mente turva em outros, e pensam tanto que pensam que descansam. Desassossegados não podem mais ver o telejornal porque choram, não podem sair mais às ruas porque tremem, não podem aceitar tanta gente crua habitando os topos das pirâmides e tanta gente cozida em filas, em madrugadas e no silêncio dos bueiros.

Desassossegados vestem-se de qualquer jeito, arrancam a pele dos dedos com os dentes, homens e mulheres soterrados, cavando sua abertura, tentando abrir uma janela emperrada, inventando uns desafios diferentes para sentir sua vida empurrada, desassossegados voltados pra frente. Desassossegados têm insônia e são gentis, as verdades imutáveis os incomodam, riem quando bebem, não enjoam, mas ficam tontos com tanta idéia solta, com tamanha esquizofrenia, não se acomodam em rede, leito, lamentam a falta que faz uma paz inconsciente. Dessa raça somos todos, eu sou e só sossego quando me aceito.

.

Eterno Damário Dacruz

 

Observação do Tempo

Amanhecemos

com os olhos de amanhã

e o dia é hoje.

.

Anoitecemos

com os sonhos de ontem

e a noite é hoje.

.

E de tanta

falta de sintonia,

de tanta busca

e farta agonia,

rabiscamos no calendário

a morte dos dias

                                   (Damário da Cruz)

Alunos da rede pública expõem fotos sobre o meio ambiente

.

Estará em cartaz no Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo até 22 de novembro, a exposição  “Fotografias de um Olhar Educando sobre o Meio Ambiente”, com material produzido por alunos de escolas públicas de Feira de Santana.

O trabalho é fruto do Projeto de Extensão da Universidade Estadual de Feira de Santana “Luz e Cores: cultura nas escolas e o cotidiano através das fotografias”, do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid/Biologia). As atividades foram coordenadas pelo estudante de Biologia da Uefs Davi Henrique Codes e pelo professor Marco Antonio Barzano, em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

São 60 fotografias produzidas com os mais variados equipamentos, “que demarcam a importância do fotografar para o aprendizado dos jovens e ensinam a promover a preservação da natureza”, revelou o professor Marco Barzano. Nas oficinas o principal objetivo foi refletir e debater o uso da fotografia como tecnologia do cotidiano, capaz de expressar e construir as mais variadas sensações.

O Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo está localizado na Rua Tupinambás, 275, bairro do São João, Feira de Santana, Bahia.

 

Um livro, muitas história: Então…

Tive a honra de receber o mais novo livro de poemas do poeta Iderval Miranda, lançado em junho de 2013. Motivos diversos me obrigaram a deixa-lo na estante, espiando para mim e impondo a sua presença. Acontece que “Então”, não é um livro qualquer; não é para ser folheado. Ele é documento, memória, poesia, vida.

Publico hoje o primeiro poema, aquele que me prendeu. Aos poucos apresentarei as diversas facetas desse livro instigante.

Breve metafísica

já não me bastam as pequenas fantasias,

ou volúveis sonhos, as noites de desespero.

diante de mim,

o deserto da grande espera

e o infindável horizonte do nada.

assim caminharei,

por sobre pedras e espinhos,

buscando em carne e espírito

o que foi sem nunca ter sido.

In MIRANDA, Iderval. Então (poemas). Feira de Santana, Tulle, 2013, p. 83.

.

Esportes e ação social para crianças carentes na semana da criança

 

O Programa Encaminhar: Ação Cidadã (Peac), uma extensão da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), promove, quinta-feira (10), dia de lazer para alunos do Projeto Escola de Esportes. Participam cerca de 120 crianças de comunidades carentes, de 9 a 14 anos.

As atividades, desenvolvidas no Parque Esportivo do campus da Uefs, envolvem palestras sobre primeiros socorros, vivências esportivas, recreativas, lanche coletivo, distribuição de brindes e diálogos sobre cidadania. As ações serão executadas por estudantes do curso de Licenciatura em Educação Física da Uefs, sob a orientação de professores da Instituição.

Para o professor Jaderson Barbosa, da organização, autoridades públicas e a iniciativa privada “deveriam estender as ações desenvolvidas no Dia da Criança para todo o ano, visando a inserção social deste grupo”. Ele chama a atenção para a realidade social, de vulnerabilidade, em que vivem muitas crianças, “a qual exige ações visando a transformação social necessária a um mundo mais justo”.

O Programa propõe o ensino e aprendizado de saberes necessários para formação humana e de conteúdos que estão além do conhecimento técnico dos esportes. Dentre os objetivos estão a capacitação de estudantes de Educação Física e de professores da rede estadual e municipal, além da formação de escolas de esportes a partir do projeto piloto da Uefs.

Conheça mais sobre o Peac no site http://peacuefs.blogspot.com.br

A Cri Sans titre 1

 

 

A origem da palavra noite

 

Recebi por e-mail.

 

Em muitos idiomas europeus, a palavra NOITE é formada pela letra N + o número 8 na respectiva língua.

A letra N é o símbolo matemático de infinito e o 8 deitado também simboliza infinito, ou seja, noite significa, em todas as línguas, a união do infinito!

Português: noite = n + oito

Inglês: night = n + eight

Alemão: nacht = n + acht

Espanhol: noche = n + ocho

Francês: nuit = n + huit

Italiano: notte = n + otto

A foto da lua cheia sobre a Bahia de Todos os Santos foi feita por mim, em Mar Grande (Itaparica), e tem ao fundo a cidade de Salvador - Bahia

Foto: Leni David –  Mar Grande (Itaparica), Ao fundo a cidade de Salvador – Bahia