Programação comemorativa do centenário de Jorge Amado

 

No próximo ano, o escritor Jorge Amado completaria 100 anos de idade. Para comemorar o centenário do nascimento do escritor, que apresentou a Bahia ao mundo por meio de personagens como ‘Gabriela’, ‘Dona Flor’, ‘Vadinho’, ‘Pedro Bala’, ‘Balduíno’, ‘Tieta’, entre outros, serão realizadas diversas homenagens em Salvador, Itabuna – onde ele nasceu -, Ilhéus e Vitória da Conquista, além de estados como São Paulo e Rio de Janeiro.

A programação especial do centenário apresentada na Fundação Casa de Jorge Amado, no Pelourinho, na quarta-feira (10), quando o escritor faria 99 anos, também marcou os 25 anos da instituição, que reúne todas as obras do homenageado. As homenagens têm apoio do Estado, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), que está realizando diversas atividades para celebrar o Ano Jorge Amado, com programação até dezembro de 2012.

Já na quarta-feira (10), o escritor moçambicano Mia Couto esteve na Sala Principal do TCA, onde fez a palestra ‘Um Mar Vivo: Como Jorge é Amado em África’, propondo leitura africana da obra do escritor baiano. No Foyer do TCA, acontece a abertura da exposição ‘100 + 100’, com ilustrações feitas pelo artista plástico Carybé para a obra de Jorge Amado. A exposição também homenageia o artista plástico argentino radicado na Bahia, que completaria 100 anos em 2011, amigo e parceiro do escritor.

Colóquios de literatura

De acordo com a diretora executiva da Fundação Casa de Jorge Amado, Myriam Fraga, a programação também inclui colóquios de literatura, que começam este mês, relançamento de obras do autor, festival de gastronomia baiana, mostra de cinema, lançamento de catálogos temáticos de fotos de Jorge Amado com a família, amigos e no exílio.

Nas bibliotecas públicas, vão ser incluídos círculos de leitura, exibição de filmes acompanhada de debates, oficinas de arte literária, montagem de espetáculos e leituras em praças públicas. Uma das expectativas para as homenagens é a exposição itinerante ‘Jorge, amado e universal’, que inicialmente estará disponível ao público paulista, em março de 2012, no Museu da Língua Portuguesa. Logo depois, será aberta em Salvador, Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e em três países, ainda não definidos. “Se meu pai estivesse vivo, com certeza iria gostar muito destas comemorações, porque ele era festeiro, gostava de conversar, conhecer pessoas”, disse Paloma Amado, filha do escritor.

O secretário da Cultura, Albino Rubim, afirmou que a programação começou a ser elaborada desde o início do ano. Setores da sociedade civil e entidades culturais foram convidados para discutirem as atividades do Ano Jorge Amado.

Eventos para 2011

AGOSTO

Dia 15

Biblioteca Juracy Magalhães Júnior (Itaparica) – Exibição do documentário ‘Jorge Amado’ (60 minutos), do cineasta João Moreira Salles.

Dia 17

Biblioteca de Itaparica – Oficina literária sobre a representação do negro na obra ‘Tenda dos Milagres’ destinada aos alunos do ensino médio e pré-vestibulandos do município de Itaparica.

Dia 18

Casa Afrânio Peixoto (Lençóis) – Conferência ‘Jorge Amado: da ancestralidade à representação dos Orixás’, com o professor Gildeci de Oliveira Leite, diretor do Departamento de Ciências Humanas e Tecnologia (DCHT), da Universidade do Estado da Bahia (Uneb/Seabra).

Dias 28 e 29

Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (bairro Nazaré, Salvador) – X Encontro do Programa Nacional de Incentivo à Leitura Salvador (Proler) com o debate do tema ‘Leituras e releituras de Jorge, o Amado’ e realização de oficinas, palestras, saraus literários sobre o trabalho do escritor.

OUTUBRO

10ª Bienal do Livro da Bahia – O evento, no Centro de Convenções da Bahia, prestigiará o Ano Jorge Amado, com lançamento de livros e realização de palestras, numa iniciativa da Secult, Secretaria de Educação (SEC) e empresa Fagga.

Salão Baiano de Turismo – Lançamento de roteiros turísticos na Bahia baseados na vida e obra de Jorge Amado.

NOVEMBRO

Lançamento do livro ‘Verger, Carybé e Jorge Amado’ – Responsáveis: Fundação Pierre Verger e Fundação Casa de Jorge Amado.

Lançamento do livro ‘Jorge Amado: 88 anos de vida e obra’ – Edição atualizada e revisada de ‘Jorge Amado 80 anos de vida e obra: subsídios para pesquisa’. Responsáveis: Editora da Ufba (Edufba) e a Fundação Pedro Calmon

DEZEMBRO

Dia 16

Palestra ‘Jorge Amado: o escritor de Orixás e Candomblés da Bahia’ – O palestrante será o professor de literatura brasileira, Gildeci de Oliveira Leite. Responsáveis: Casa Afrânio Peixoto e Universidade do Estado da Bahia (Uneb /Seabra)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.