Mudança de humor: inauguração, vaias, show espetacular

Ontem à noite foi inaugurado o Shopping do Horto  Bela Vista, o mais novo centro comercial de Salvador, num evento fechado para convidados. Estava muito chateada com o desfecho da negociação entre os Professores Estaduais, Ministério Público e Gogerno do Estado e quase renunciei ao evento, pois não me conformo com a intrasigência do governador, com as informações distorcidas publicadas pela imprensa e pela omissão da maioria das pessoas que não enxergam o drama da greve, tanto para os professores quanto para os alunos..

O que me tirou de casa foi o incentivo da minha filha mais velha e do meu marido, principalmente quando lembraram que a inauguração incluía uma apresentação de Caetano Veloso e do Grupo de Metais do Neojibá – Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia.

Saí de casa meio a contragosto para conhecer o novo empreendimento denominado Horto Bela Vista, complexo imobiliário composto de 19 torres residenciais e três torres comerciais, além de um hotel, clube e escola.

Nesta primeira fase, o empreendimento reúne 200 lojas, em 50 mil metros quadrados de área bruta locável. O mix apresenta operações das marcas mais consagradas dos segmentos de moda, cultura, lazer e gastronomia. Já estão previstas duas expansões para os próximos anos que aumentarão a área locável para 74 mil metros quadrados, tudo muito bonito e monumental.

Apesar de um certo mal humor comecei a me divertir quando vi no palco os três candidatos à sucessão municipal: Nelson Pelegrino (PT), Mário Kertész (PMDB) e ACM Neto (DEM), que demonstravam um certo constrangimento.

No entanto, a noite começou a ficar divertida quando a força das vaias invadiu o ambiente num evento fechado, onde a entrada foi restrita a convidados. Entre outros vaiados, o secretário estadual James Correa, da Indústria, Comércio e Mineração, pediu a palavra e explicou que estava ali para representar o governador Jaques Wagner, que se encontrava em reunião em razão da greve dos professores.

Ao pronunciar a frase ‘greve dos professores’, James Correa foi vaiado pelo público presente, que não era formado por funcionários públicos, muito menos por professores. Era visível o constrangimento do candidato do PT, Nelson Pelegrino. O pior é que o BA TV havia anunciado pouco antes que o governador não havia comparecido à reunião.

A partir daí o mal humor se dissipou e a alegria tomou conta do meu coração diante do magnifico espetáculo oferecido pela  Orquestra de Metais Neojibá e pelo sempre jovem e grande artista Caetano Veloso, que em certo momento não se conteve, reclamou do barulho e pediu mais atenção ao público presente.

Num gesto estúpido esqueci a máquina fotográfica em casa e fui obrigada a utilizar os telefones celulares dos familiares, cujas fotos nem sempre são de boa qualidade.

Mesmo assim, valeu a pena. A orquestra fez um grande espetáculo e Caetano nos brindou com clássicos do seu repertório, como Cajuina, Luz do sol, Tieta, Força estranha, e até Saudades da Bahia, do saudoso Dorival Cammi.

Deixo o registro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.