Aberto do Cuca acontece na próxima semana

Aberto_do_CUCA_2016

No próximo dia 22 (quinta-feira), o Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca) da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) será palco para criatividade, cores, sons, inovação e muita diversidade. O público tem um encontro marcado com a arte, durante mais uma edição do Aberto do Cuca. O principal objetivo da programação é oportunizar a divulgação das produções de quem trabalha com arte e cultura, nas mais variadas linguagens.
Para esta edição estão previstas exposições de artes visuais, além de apresentações de música, dança e teatro. Em 2015, foram registradas mais de 100 apresentações de diferentes modalidades artísticas, com um público aproximado de 3.000 pessoas ao longo da programação.
O Aberto, que sempre acontece no mês de setembro em comemoração ao aniversário do Cuca, tem entrada franca. As atividades estão programadas a partir das 8h e devem se entender até as 22h. Mais informações pelo telefone (75) 3221-9611 ou na página do Cuca na internet: www.cuca.uefs.br.

Confira programação!

Feira de Santana, 14 de setembro de 2016.
_______________________________________
Centro Universitário de Cultura e Arte – CUCA
Universidade Estadual de Feira de Santana
Telefone: (75) 3221-9611
www.cuca.uefs.br

Aberto do Cuca – 24 horas de arte

 

O Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca) promove, sexta-feira (19), mais uma edição do Aberto, com 24 horas de música, dança, teatro, artes visuais, cultura popular, literatura e muito mais. As atividades do Aberto Virado, como é denominada a edição 2014, têm acesso livre do público e serão desenvolvidas em diversos pontos de Feira de Santana.

cuca_aberto_5_artista_plastico_jorge_galeano

O público poderá contemplar e participar de atividades no Cuca, campus da Universidade Estadual de Feira de Santana – Uefs (Biblioteca Julieta Carteado), Praça da Matriz, Biblioteca Monteiro Lobato, Casa do Sertão, Centro de Cultura Amélio Amorim (CCAAm), Museu de Arte Contemporânea (MAC) e Sesc.

A proposta é proporcionar espaço para pessoas que trabalham com arte e cultura nas mais diferentes linguagens, além de sinalizar para a comunidade que o Cuca/Uefs é totalmente aberto para todas as manifestações de cunho artístico e cultural.

A cuca_aberto_2

O Aberto é realizado desde 2007 pelo Cuca, órgão responsável pela execução da política cultural e artística da Uefs.  Nesse sentido, tem desempenhado papel importante na promoção e difusão da arte e da cultura no município, oferecendo à comunidade, gratuitamente, uma série de atividades nas mais diversas linguagens artísticas.

A cuca_aberto_6

.

Terceira Bienal da Bahia

 

Ontem, 29 de maio, das 18h às 20h no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM), foi aberta para o público a 3ª Bienal da Bahia, com a apresentação da batida de 33 alabês “Oritálaiyè – Encruzilhadas do Mundo”, performance “Genesis e genes”, de Luisa Mota e abertura da exposição “No Litoral é Assim” – que partirá para o interior em meados de julho. Exibição do vídeo “Mitos e contramitos da família pernambucanobai?ana”, de Jomard Muniz de Britto. Lançamento do livro “Culturas dos Sertões” editado pela Edufba com textos e artigos produzidos durante II Celebração das Culturas dos Sertões.

Hoje, sexta-feira, 30 de maio das 14:00 – 18:00  - Abertura da Bienal em Feira de Santana na Fazenda Fonte Nova.

Abertura oficial da Bienal no interior – ação artística de Juraci Dórea. Ocupação artística da Fazenda de Eurico Alves e 50ª edição do Projeto Terra (instalação de escultura em madeira e couro). Leitura dos poemas: “Elegia para Manuel Bandeira” e “Escusa”, em resposta a Elegia. Encontro do Grupo Hera com Paulo Bruscky.

Na verdade, estas são apenas duas das três aberturas da Bienal: a terceira acontecerá no sábado, com a exposição “A Reencenação”, no Mosteiro de São Bento.

A primeira edição da Bienal remonta às duas anteriores: a primeira, de 1966, e a segunda, de 1968, interrompida devido ao confisco de 10 obras consideradas subversivas. A terceira perspectiva é a sua própria: a arte que representa seu próprio tempo e anuncia futuros.

A programação do evento pode ser acessada no site:  http://bienaldabahia2014.com.br/wp/programacao/

A Bienal !cid_ii_hvqutlgx0_14643afcbbcc9fa8

 

Arte e Cultura durante 15 horas seguidas

  Aberto do Cuca

 Evento que marca o 16º aniversário do Centro Universitário de Cultura e Arte, o Aberto do Cuca, este ano, está recheado de novidades. O Aberto acontece na próxima sexta-feira (16), oferecendo ao público 15 horas de arte e cultura.  A partir das 8h, na Praça da Matriz haverá o “Aberto de Repente”, com a dupla de repentistas Caboquinho e João Ramos, que se apresentam no Coreto. Logo depois, um grupo de palhaços de Cia Cuca de Teatro, acompanhado de fanfarra faz o percurso até entrada do Cuca, convidando o público para participar das atividades.

Este ano a grande novidade fica por conta do aproveitamento como palco de apresentações, da escadaria que dá acesso ao Museu Regional de Arte, dando maior visibilidade ao evento. No espaço, já denominado “Escadaria da Arte”, haverá execução de peças musicais ao piano, duo de violão e sax, dança tribal, apresentação do grupo Zé das Congas  e do Coral Scherzo.

No Teatro de Arena, durante manhã e tarde, se apresentam os mais diferentes grupos,  como o Quinteto de Violão e Sax,  Dança do Ventre,  grupo Os Nó Cego e integrantes das Academias  Prelúdio e Alegro, além de Filarmônica.

O evento também conta com exposições de artes plásticas e oficinas de teatro, pintura e dança, para aqueles que desejam não só apreciar, mas também participar das atividades. Esse é justamente o objetivo do Aberto, atrair o grande público para o Cuca, oferecendo arte e cultura gratuitamente, durante todo o dia.

O duo de violões, com os irmãos Horácio e Leonardo Barros Reis  encerram as atividades do Aberto, em apresentação no Teatro Universitário, a partir das 21h.   O duo oferece ao público um repertório variado, com arranjos e interpretações que irão empolgar os apreciadores da música instrumental.

Concertistas, compositores e arranjadores, os irmãos Barros Reis fizeram vários recitais e participaram de seminários com renomados violonistas como Henrique Pinto, Thomas Patterson, Sérgio Abreu e Marco Pereira.

Assessoria Cuca/Uefs