Cuca promove apresentação de Jazz no domingo

 

Vai ser realizada no próximo domingo (16) a segunda apresentação do projeto musical Jam no Cuca. O evento de Jazz será no Teatro de Arena do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), às 17 horas, com entrada gratuita.

A banda Jam é formada pelos instrumentistas Gilmar Araujo (guitarra), Rogério Ferrer (acordeon), Anderson Silva (contrabaixo) e Adson Junior (bateria). Eles integram o grupo Quaternária. Também participa o pianista Tito Pereira.

O Cuca, órgão vinculado à Uefs, funciona na rua Conselheiro Franco, 66, Centro, Feira de Santana. Mais informações através dos telefones (75) 3221-9744 e 3221-9766 ou da página do Cuca na internet (www.uefs.br/cuca).

 

Beto Pitombo lança novo CD no Cuca

 Beto

Para quem gosta de samba baiano e brasileiro da melhor qualidade, uma boa pedida é o  CD  Subida da Gamboa, do compositor e cantor Beto Pitombo. O novo disco traz entre outras composições o samba “Quina do Rodapé”, que ganhou o prêmio de melhor música com letra do XI Festival de Música da Rádio Educadora da Bahia, com participação especialíssima de Mateus Aleluia e de J Veloso na composição “Saudade.”

Nesse trabalho, que será lançado dia 19 de setembro, no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), o compositor feirense mergulha na essência do samba desde suas origens nos canaviais da Bahia. E, em forma de homenagem, pede passagem a dois dos mais geniais criadores do gênero: o baiano Caymmi e o carioca Cartola.

O CD foi preparado nos últimos três anos, com recursos próprios para a gravação. A finalização (vocal, voz definitiva, edição, mixagem, capa e prensagem) contou com o apoio do Fundo de Cultura do Estado da Bahia. Das 12 faixas que compõem o disco, apenas uma é instrumental, “Caldeirão sem Tampa”, uma parceria com Kito Matos ao violão.

A ficha técnica reúne Silvana Kobe – Produção Executiva; Ricardo Markis – Produção Musical; Bráulio Barral – Direção Musical; Alê Siqueira e Sebá Notini – Edição; Flávio Souza – Mixagem; e Carlos Freitas (Classic Master) – Masterização. O material gráfico é da OK Propaganda e a gravação do Estúdio Som das Águas.

A banda que acompanha Beto Pitombo é formada por André Luba – baixo; Ricardo Markis – bandolim; Kito Matos – violão; Mizael – bateria; Ênio – percussão e Ivan Sacerdote – clarinete.

Trajetória

Beto Pitombo iniciou a carreia musical nos anos 60 formando, ao lado de Pepeu Gomes e Jorginho Gomes, o conjunto musical “Os Laifs”. Mais tarde, atuou na banda “Os Trogloditas”, de Feira de Santana. A partir dos anos 70 iniciou carreira solo compondo, participando de festivais, tocando em shows por todo o Estado da Bahia e gravando discos independentes.

Dentre os seus trabalhos editados estão “Prata da Casa”, LP, 1983, participação especial de Sivuca; “Beco do Mocó”, LP, 1986, participação especial de Sivuca e Carlinhos Brown; “Pra Ver clarear”, LP, 1990;  “Estrada Velha”, CD, 2004 e “Subida da Gamboa”, CD, 2014.

Festivais

Noite do Samba – 1973 – 5º lugar com o samba “Não me queira mal”, cujo vencedor foi Ederaldo Gentil com “O ouro e a madeira”.

Festival Universitário da Bahia – 1975 – 1º lugar com a música “Pau de Cerca”.

6º Festival da Rádio Educadora da Bahia (2008) - a música “Eu sou baiano” ficou entre as 50 classificadas.

8º Festival da Rádio Educadora da Bahia (2010) – a música “Couro de Cobra” fica entre as 14 finalistas e integra o CD do festival.

9º Festival da Rádio Educadora da Bahia (2011) – a música “Subida da Gamboa” fica entre as 14 finalistas e integra o CD do festival na interpretação de Marilda Santana.

10º Festival da Rádio Educadora da Bahia (2012)a música “Saveiro” ficou entre as 50 classificadas.

11º Festival da Rádio Educadora da Bahia (2013) – a música “Quina do Rodapé” ganha o prêmio de melhor música com letra.

 

 

Caminhada do Folclore volta às ruas de Feira de Santana em 24 de agosto

 

Angelo Pinto

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) realiza no dia 24 de agosto a 15ª Caminhada do Folclore. O evento tem como objetivo valorizar e preservar as manifestações culturais do povo nordestino.

O cortejo, com previsão de participação de quase 5 mil pessoas, sai do Centro de Cultura Amélio Amorim, no  bairro Capuchinos, e segue pela avenida Getúlio Vargas até o local de dispersão na avenida Professor Fernando Pessoa, no bairro Ponto Central.

O trajeto tem aproximadamente dois quilômetros. Mais de 50 grupos de Feira de Santana e outras cidades baianas já estão inscritos para a Caminhada com o propósito de divulgar a cultura de raiz. Eles vão apresentar capoeira regional e de angola, quadrilha, literatura de cordel, samba de roda, bumba meu boi, afoxé, samba e reisado.

A Caminhada do Folclore de Feira de Santana está inserida no Guia de Bens Culturais do Brasil e marca também o encerramento das comemorações da Semana do Folclore. O evento é promovido pelo Centro Universitário de Cultura e Arte e está previsto para começar às 8h do dia 24.

As Secretarias Municipais de Cultura, Esporte e Lazer, Educação e Transporte e Trânsito também apoiam o evento.

Mais informações através dos telefones (75) 3221-9744 ou 3221-9766 ou da página do Cuca na internet (www.uefs.br/cuca).

Foto divulgação - Cuca

.

 

Participação popular consolida o retorno do Bando Anunciador

 

 

A bando_anunciador_fotos_dan_souza_uefs_1 (1)

Demonstrando estar, de fato, ainda presente e forte no imaginário da população de Feira de Santana e de municípios da região, o Bando Anunciador da Festa de Senhora Santana, padroeira da região, voltou às ruas na manhã desse domingo (13), em mais uma edição da festa, resgatada pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) em 2007.

A bando_anunciador_fotos_dan_souza_uefs_1 (5)

Extinta por determinação de alguns segmentos do poder público e da Igreja em 1987, as manifestações populares em louvor a Senhora Santana voltaram a fazer parte do calendário de eventos do município, com a participação de moradores de diversos bairros de Feira de Santana e de comunidades de outras cidades.

SONY DSC

Foi um desfile de cores, animação, criatividade, folia, bandas, charangas e muito mais. Muitas pessoas, emocionadas, disseram ter encontrado amigos que há anos não via, o que foi possível graças ao Bando Anunciador.

A bando_anunciador_fotos_dan_souza_uefs_1 (8)

A bando_anunciador_fotos_dan_souza_uefs_1 (11)

SONY DSC

SONY DSC

 SONY DSC

.Fotos: Dan Souza

Bando Anunciador escolhe rainha na quinta-feira

 

Será realizada quinta-feira (10), a partir de 19h, no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), a festa de escolha da rainha da oitava edição do Bando Anunciador da Festa de Senhora Santana. Vinte e uma candidatas concorrem ao título. No dia do evento também será realizada uma exposição fotográfica com a participação de George Lima, Beto Souza, Aldo Lima e Juraci Dórea, sobre o Bando Anunciador.

A programação ainda inclui uma mesa redonda com o tema “Memória e Identidade Cultural: O Bando anunciador da Festa de Santana”, com palestra dos professores Gilmário Moreira Brito (Universidade do Estado da Bahia – Uneb), e Diego Carvalho Correa (Universidade Estadual de Feira de Santana – Uefs).

O Bando Anunciador da Festa de Santana é organizado desde 2007 pela Uefs, através do Cuca, e resgata a tradição popular das homenagens à padroeira de Feira de Santana, Senhora Santana, extinta pela Igreja Católica em 1987. O desfile acontece no dia 13 de julho, um domingo, a partir das 7h.

Qualquer pessoa pode participar e muitas delas vão fantasiadas, representando bairros, povoados e até grupos de outros municípios. A saída é na rua Conselheiro Franco, em frente o Cuca. O cortejo passa pela praça da Bandeira, rua Marechal Deodoro e Beco do Mocó. O desfile termina na praça da Matriz.

Mais informações através dos telefones (75) 3221-9744 ou 3221-9766 ou da página do Cuca na internet (www.uefs.br/cuca). O Cuca funciona na rua Conselheiro Franco, nº 66, Centro, Feira de Santana.

 

Confira a programação:

10 de julho

Mesa redonda

Escolha da Rainha do Bando Anunciador

Exposição fotográfica

Horário: 19h

Local: Cuca

 

13 de julho

Desfile do Bando Anunciador

Horário: 7h

Local de saída: Cuca

 

Cuca faz inscrição online para oficinas de artes

 

Cuca faz inscrição online para oficinas de artes

O Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca) inscreve até quarta-feira (9) para oficinas de teatro, dança, desenho, pintura, fotografia, ioga e karatê. As inscrições para novos alunos devem ser feitas através do site do Cuca (www.uefs.br/cuca). Os horários das oficinas estão disponíveis também no site do Cuca.

O cadastro não garante a efetivação da matricula. Um sorteio eletrônico vai definir os candidatos contemplados para as oficinas. Para a inscrição online o aluno deve informar dados pessoais, endereço, telefone e e-mail para contato. O sistema vai fornecer login e senha.

A lista com os alunos sorteados para os cursos do semestre 2014.2 será divulgada no dia 15 de julho. Aos alunos contemplados será cobrada uma taxa única de matrícula no valor de R$ 80. Para confirmar a matrícula, que é presencial, também é preciso apresentar original de comprovante de residência e de documento de identificação com foto ou certidão de nascimento e original e cópia do comprovante de depósito da taxa de matrícula.

O Cuca funciona na rua Conselheiro Franco, nº 66, Centro. Mais informações através dos telefones (75) 3221-9766 ou (75) 3221-9744.

 

 

Cuca convida para a final do 7º Festival de Sanfoneiros

 

 

A TVE Bahia transmite a final do 7º Festival de Sanfoneiros

A TVE Bahia, órgão de comunicação vinculado ao Instituto de Radiodifusão Educativa do Estado da Bahia (Irdeb), confirmou a transmissão ao vivo da grande final do 7º Festival de Sanfoneiros, evento executado pela Universidade Estadual de Feira de Santana e que será realizado nesta quinta-feira (22), a partir das 19h, no Auditório Central, campus universitário. A diretora do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), Selma Oliveira, revelou que o interesse pela transmissão partiu da própria TVE Bahia, o que, conforme salienta, demonstra a importância do evento para a cultura popular nordestina.

Artistas de diversos municípios baianos e de outros estados brasileiros participam do 7º Festival de Sanfoneiros, evento que tem o objetivo de incentivar e manter vivo um dos mais tradicionais símbolos da cultura nordestina, a sanfona. A expectativa de público é de mil pessoas.

Bernardo Bezerra

Foto: Bernardo Bezerra

Além de assistir e vibrar com a apresentação dos finalistas e de outras atrações artísticas, os presentes poderão se deliciar com bebidas e comidas típicas nos estandes e barracas instalados no entorno do Auditório Central. Haverá exibição de filmes com temas relacionados à cultura e artistas nordestinos, como Luiz Gonzaga e Dominguinhos, e show do músico Xangai.

“O objetivo é fazer com que as pessoas se sintam nos tracionais ambientes nordestinos de festejos juninos, ou seja, nas roças, fazendas, vilarejos, fazendo com que os de mais idade revivam momentos felizes e os mais jovens aprendem a valorizar estes costumes”, afirma Selma Soares, diretora do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), entidade vinculada à Uefs e responsável pela organização e execução do Festival de Sanfoneiros.

Foto: Bernardo Bezerra

Foto: Bernardo Bezerra

 Premiação

Depois de uma seleção preliminar, 16 artistas participam desta grande final, oito na categoria 1 (até oito baixos) e mais oito na categoria 2 (acima de oito baixos). Os primeiros colocados em cada categoria ganham R$ 4.770; os segundos colocados, R$ 3.710 e os terceiros, R$ 2.650. Haverá, ainda, o prêmio Júri Popular, também para cada categoria, no valor de R$ 1.590. A relação dos artistas está disponível no portal www.uefs.br, na seção Notícias, e também no site do Cuca (www.uefs.br/cuca).

O primeiro Festival de Sanfoneiros de Feira de Santana foi realizado pela Uefs em 2008. Inicialmente, as apresentações foram no Teatro do Cuca, mas o espaço se tornou pequeno diante do grande público atraído pelas apresentações artísticas. O evento, então, foi transferido para o Centro de Cultura Amélio Amorim e, desde 2012, é realizado no Auditório Central, localizado no campus da Uefs, com capacidade para aproximadamente mil pessoas e espaço para estacionamento.

A Festival de Sanfoneiros Thiago Mendes Souza Foto Bernardo Bezerra 2013

 

Uefs divulga os finalistas do 7º Festival de Sanfoneiros

 

O Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), entidade vinculada à Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), divulgou os finalistas do 7º Festival de Sanfoneiros. A relação está disponível no portal www.uefs.br.

A grande final será realizada no dia 22 de maio, uma quinta-feira, a partir das 18h30, no Auditório Central da Uefs, campus universitário, com entrada franca.

Os candidatos disputam nas categorias até oito baixos e acima de oito baixos. Os primeiros colocados em cada categoria ganham R$ 4.770; os segundos colocados, R$ 3.710 e os terceiros, R$ 2.650. Haverá, ainda, o prêmio Júri Popular, também para cada categoria, no valor de R$ 1.590.

  O evento valoriza, incentiva e ajuda a difundir a sanfona, um dos principais símbolos da cultura nordestina, e também promove o trabalho de artistas de diversos estados.

Relação dos selecionados para a final do VII Festival de Sanfoneiros de Feira de Santana

 CATEGORIA I (ATÉ OITO BAIXOS)

1. Agnaldo Moreira Bastos – Baixa Grande

2. Antônio Mendes Soares – Coração de Maria

3. Deusdeth Ezequiel dos Santos – Euclides da Cunha

4. Godealdo de Jesus – Riachão do Jacuípe

5. Hermes Pereira Silva – Ipirá

6. Kaike Jhone Gonzaga dos Santos – Euclides da Cunha

7. Luiz Gonçalves de Andrade – Feira de Santana

8. Pedro Pinheiro dos Santos – Feira de Santana

 

CATEGORIA II (ACIMA DE OITO BAIXOS)

1. Cícero Paulo Ferreira Feitosa – Juazeiro do Norte-CE

2. Ivan Nascimento – Euclides da Cunha

3. Joais Viana da Silva – Maracanaú-CE

4. Kenned Romário Gonçalves Rodrigues – Uauá

5. Leandro Conceição Aquino – Sapeaçu

6. Pedro Paulo Delmondes – Iguatu – CE

7. Tiago Balbino Campos – Candeal

8. Wagner Barros dos Santos – Fortaleza- CE

Cuca divulga a 2ª chamada para as oficinas de artes

.

O Centro Universitário de Cultura e Arte divulgou a segunda chamada dos sorteados para as oficinas de artes, dança, teatro e música.  A relação está disponível no site www.uefs.br/cuca . A matrícula, presencial, deve ser confirmada até esta sexta-feira (21), no horário das 8 às 12h e das 14 às 17h30, no Cuca.

No ato da matrícula devem ser apresentados original de comprovante de residência e de documento de identificação com foto ou certidão de nascimento. Também devem ser apresentados original e cópia do comprovante de depósito da taxa de matrícula. O valor da taxa, única para o semestre, é de R$ 80.

Quem não se inscrever no prazo estabelecido perde a vaga e uma nova lista será divulgada.

O Cuca, entidade vinculada à Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), funciona na rua Conselheiro Franco, nº 66, Centro. Mais informações através dos telefones (75) 3221-9766 ou 3221-9744.

 

Exposição coletiva 30 x 30

 

Galeria de Arte Carlo Barbosa CUCA/UEFS 

 A Galeria de Arte Carlo Barbosa do CUCA/UEFS e a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, convidam para a mostra coletiva 30×30 (Pequenos Formatos), com abertura no dia 20 de março, quinta, às 19 h, reunindo 30 artistas visuais de Feira de Santana e Salvador. Cada artista apresentará uma obra medindo 30×30 cm.

Com a curadoria de Justino Marinho, Lígia Aguiar, Selma Oliveira e Cristiano Cardoso, a mostra abre a programação cultural de 2014, do Centro Universitário de Cultura e Arte. Reúne 30 artistas visuais, com trajetórias e estilos diferentes, de várias gerações, com nomes já consolidados e novos valores. A diversidade de técnicas e de linguagens segue a linha da arte contemporânea e suas múltiplas formas de expressão.

Ao agrupar nomes representativos de várias épocas, revelou-se uma visualidade harmônica, destacada pelas proposições e questões inseridas em cada obra.

São trabalhos nas mais diversas linguagens, como desenhos, fotos, pinturas e performance, dos artistas: Adenor Gondim, André Luiz, Andrea May, Arthur Scovino, Aruane Garzedin, Beth Sousa, Elisa Galeffi,Gabriel Guerra, Guache Marques, José Araripe Jr., Justino Marinho, Lígia Aguiar, , Rebeca Matta, Sara Victoria, Silvério Guedes, Ade Ribeiro, Antonio Brasileiro, Gabriel Ferreira, Gemicrê, George Lima, J. Sobrinho, Jorge Galeano, José Arcanjo, Luiz Gomes, Maristela Ribeiro, Nailson Chaves, Nanja, Rosalice Azevedo, Silvio Portugal e Wania Garcia.

Segundo Justino Marinho, reunir artistas que produzem linguagens técnicas diferentes é interessante por dar uma dinâmica mais abrangente ao evento e a possibilidade de oferecer ao público um leque de opções, dentro do que se faz na arte da nossa terra.  Estipulamos um formato determinado para as obras bidimensionais, a fim de melhor aproveitar o espaço disponível e tornar possível a aquisição de obras assinadas por nomes reconhecidos.

Durante a abertura, o artista visual Arthur Scovino realizará a performance Um Minuto Apenas, em que ele filosofa: “quanto pesa a nossa dor na balança da Justiça? Quantas penas serão necessárias para cobrir o preconceito e a intolerância?” A performance acontece entre notas de um samba-canção da década de 50 e a possibilidade de ser folha nova nadando contra a correnteza, acredita o artista.

Exposição coletiva: 30X30 (Pequenos formatos)

Local: Galeria Carlo Barbosa CUCA/UEFS

Dia: 20 de março de 2014

Horário abertura: 19h

Visitação: De 20.03.2014 a 20.04.2014

Segunda a sexta-feira das 8h às12h e das 14h às 18h

Entrada Franca

Uefs abre inscrições para o 7º Festival de Sanfoneiros

As inscrições para o 7º Festival de Sanfoneiros já estão abertas. O evento organizado pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), através do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), valoriza e incentiva a cultura nordestina premiando sanfoneiros de todo o país. Os candidatos vão disputar nas categorias até oito baixos e acima de oito baixos.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas de forma presencial até 23 de abril, de segunda a sexta-feira, das 8 às 11h30 e de 14 às 17h30, na direção do Cuca. Outra opção para os artistas interessados em participar do festival é fazer a inscrição via correios. O prazo de postagem é até 10 de abril. A relação final dos candidatos inscritos será divulgada no dia 29 de abril no portal da Uefs (www.uefs.br) e no site do Cuca (www.uefs.br/cuca).

O Festival será disputado em duas etapas. No ato da inscrição, o artistas deve entregar uma mídia com duas músicas, inéditas ou não. Depois, os selecionados participarão da final.

A grande final acontece no dia 22 de maio no Auditório Central da Uefs com entrada franca. O público também participa da premiação escolhendo através do voto popular o melhor sanfoneiro de cada categoria. Informações sobre documentação necessária, critérios de avaliação e valores dos prêmios podem ser consultadas no edital.

O Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca) funciona na rua Conselheiro Franco, nº 66, Centro, Feira de Santana. Mais informações através dos telefones (75) 3221-9744 ou 3221-9766 ou da página do Cuca na internet.

Para entrar no link do edital clique aqui.

 

 

 

Mudança na direção do Cuca

 

selma_soares_e_celismara_gomes_foto_ailton_pitombo                Selma Soares e Celismara Gomes – Foto: Ailton Pitombo

Foi empossada na manhã desta segunda-feira (13) a nova diretora do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca) da Universidade Estadual de Feira de Santana. Selma Soares de Oliveira, professora do Departamento de Letras e Artes (DLA) e também museóloga da Uefs, já esteve à frente do Cuca no período de 2007 a 2010.

Na solenidade, realizada na Reitoria, a nova diretora afirmou que dará continuidade ao que classificou de excelente trabalho já desenvolvido pela equipe do Cuca. “Fui estimulada a retornar pelo projeto político cultural da Uefs e também pela equipe que sei que poderei contar. Como diferencial, pretendo estreitar os laços entre o Cuca e a Secretaria de Cultura de Feira de Santana. O principal objetivo é aumentar o número de eventos culturais abertos à comunidade”, destacou.

Presente no evento, o reitor da Uefs, José Carlos Barreto, agradeceu a colaboração da antiga gestora, Celismara Gomes, e desejou sucesso a Selma Soares. Também participaram da solenidade, o secretário municipal de Cultura, Jailton Batista, funcionários do Cuca e artistas feirenses.

Júlia do Monte – Ascom/Uefs

 

 

Hoje no Cuca mais um Tributo a Luiz Gonzaga

 

 O Teatro de Arena do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca) será palco, nesta sexta-feira (13), de mais um Tributo a Luiz Gonzaga, aberto ao público. A partir das 19h, o público poderá conferir o espetáculo “Amor em Luiz”, com a Cia Conto em Cena, uma mostra do Balé do Cuca/Alegro. O espetáculo “Emoções” fechará a noite com o som da sanfona de Baio do Acordeon, Luizinho e Neném do Acordeon.

O Tributo a Luiz Gonzaga é uma homenagem que o Cuca presta a uma das mais completas, criativas e emblemáticas figuras da cultura nordestina, conforme salienta a diretora Celismara Gomes. “Genial instrumentista, Luiz Gonzaga ganhou notoriedade na música popular brasileira com canções antológicas”, disse.

Nascido em 13 de dezembro, Gonzagão, como era chamado, cantou e tocou sua sanfona, levando a alegria do forró e dos festejos juninos para o Brasil. Popularizou o baião, o xote e o xaxado pelo país afora, fazendo com que as pessoas se sensibilizassem com a pobreza, as tristezas, as injustiças e também as belezas de sua árida terra, o sertão nordestino.

O Cuca, entidade de ações de extensão da Universidade Estadual de Feira de Santana, está localizado na rua Conselheiro Franco, 66, Centro. Contato através do telefone (75) 3221-9766.