Lançamento da 6ª Feira do Livro em Feira de Santana

 

SONY DSC

A Universidade Estadual de Feira de Santana realizou, nessa quinta-feira (8), o lançamento oficial da 6ª Feira do Livro – Festival Literário e Cultural, em solenidade realizada à noite, no Casarão Fróes da Motta, com a presença de representantes da comunidade local e de outros municípios. O vice-reitor da Uefs, professor Genival Corrêa, um dos idealizadores do evento, afirmou que a expectativa de público é de mais de 40 mil pessoas, superior ao registrado em 2012.

Serão seis dias de atividades desenvolvidas de 10 a 15 de setembro em estandes armados na praça João Barbosa de Carvalho, a Praça do Fórum. O público terá a oportunidade de participar de lançamentos, exposições e vendas de livros, palestras interativas, mesas-redondas, recitais poéticos e de cordel, apresentações teatrais e musicais, encontros de músicos e escritores, contação de histórias e muitos mais.

Consolidado na região e no Estado, a Feira do Livro deverá se tornar um dos mais importantes eventos da literatura nordestina, conforme salientou o vice-reitor Genival Corrêa. Para a coordenadora de Extensão da Uefs, professora Rita Brêda, com o crescimento da Feira do Livro, a expectativa é de que Feira de Santana seja capaz de sediar, em breve, um evento do porte de uma Bienal do Livro, como é feito em Salvador.

O reitor José Carlos Barreto, também presente na solenidade, destacou a importância da parceria com entidades para o sucesso da Feira do Livro. Ele citou o nome do ex-secretário da Educação do Município, o professor José Raimundo Pereira de Azevêdo, “através do qual a Prefeitura prestou decisiva colaboração”, conforme avaliou.

O secretário municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Jailton Batista, em pronunciamento, afirmou que a Prefeitura está empenhada, inclusive na viabilização do acesso de estudantes da rede municipal a livros e outros materiais, de forma semelhante aos alunos das escolas estaduais, que recebem tíquetes para troca por produtos expostos nos estandes.

SONY DSC

Os presentes na solenidade de lançamento da 6ª Feira do Livro assistiram apresentações artísticas com a participação do músico e cantor Tito Pereira e das cantoras Carol Pereyr e Camila Gonçalves, além do grupo Projeto Melancolia, Piano e Poesia, coordenado pela professora Mônica Vasconcelos, do Seminário de Música do Centro Universidade de Cultura e Arte (Cuca).

A Feira do Livro é uma realização conjunta da Uefs, Secretaria Estadual da Educação através da Direc 2,  Secretaria Municipal da Educação, Fundação Pedro Calmon, Sesc e Arquidiocese de Feira de Santana.

Ascom/Uefs

.

 

Feira de Santana – Público marca presença na 5ª Feira do Livro

 

 

A quinta edição da Feira do Livro – Festival Literário e Cultural tem atraído centenas de estudantes à Praça do Fórum, além de professores, artistas e outras pessoas da comunidade. Com uma programação variada até domingo (19) que atende a todos os gostos, o evento é visto como o melhor e mais movimentado de todas as edições, tanto por expositores, quanto pelos organizadores e o público visitante.

A Praça do Cordel Luiz Gonzaga foi uma das mais animadas nesta quinta-feira (16), terceiro dia da 5ª Feira do Livro. Centenas de visitantes de todas as idades paravam para ouvir recitais de poesias e causos contados pelos poetas populares presentes nos estandes.

Para o cordelista Jurivaldo Alves da Silva, esta é a maior e melhor Feira do Livro. “Fomos muito bem recebidos e as vendas estão correspondendo às expectativas; a Feira do Livro divulga o cordel entre os jovens que agora também compram e lêem nossos folhetos, o que é muito positivo”. Segundo observou, “antes, somente as pessoas mais idosas ou os intelectuais é que compravam cordel”.

Presente mais uma vez na Feira do livro como contador de histórias, o arte-educador e dramaturgo carioca Augusto Pessôa elogiou o número de visitantes. “É muito bom ver tantas crianças nos estandes, e o prazer delas manuseando os livros ou ouvindo as histórias com os olhos brilhantes de alegria. Isso desmistifica a idéia de que o livro é uma coisa pesada, que elas não gostam”, salienta Pessôa, que é também ator, cenógrafo e figurinista.

 

Fomento à leitura

Para o coordenador de Extensão da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), professor Washington Moura, mesmo com as chuvas, a visitação é intensa. “Somente na quarta-feira recebemos a visita de estudantes de 28 escolas”, comenta Moura. As pessoas são atraídas, conforme frisou, pelas diversas opções da Feira, com palestras e debates com escritores, recitais de cordel, shows variados e o lançamento de livros.

Entre as obras lançadas está o gibi “Feira de Santana – do Nascimento à Emancipação”, do presidente da Academia Feirense de Letras, o escritor Eduardo Kruschewsky. “O leitor conhece a história da cidade de maneira lúdica, obtendo conhecimento através da brincadeira”, disse o autor.

Ainda na manhã desta quinta-feira, foi realizada a mesa-redonda Políticas Estaduais de Livro e Leitura, sobre ações desenvolvidas no fomento à leitura na Bahia. Os presentes discutiram a formação não apenas leitores, mas também de cidadãos. Participaram representantes da Pró-Reitoria de Extensão da Uefs, do Conselho Estadual de Cultura, do Conselho Estadual do Livro e Leitura, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia e da Secretaria da Cultura da Bahia.

A Feira do Livro é realizada através de parceria entre a Uefs, Arquidiocese de Feira de Santana, Direc 2, Sest/Senat, Sesi, Fundação Pedro Calmon e Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal da Educação.

A programação completa pode ser conferida na internet: (www.uefs.br/feiradolivro).

Marly Caldas – Ascom/Uefs

 

5ª Feira do Livro de Feira de Santana

Fortalecer a proposta de mobilização da comunidade para fazer da leitura um elemento facilitador da compreensão do mundo através da participação de cada ser na construção coletiva da cidadania.  Esta será uma das vertentes da 5ª Feira do Livro, evento promovido em parceria entre entidades de Feira de Santana e de Salvador que será realizada no período de14 a19 de agosto.

Os estandes já começaram a ser armados na Praça do Fórum de Feira de Santana e a expectativa de público é de aproximadamente 40 mil pessoas, número que representa um acréscimo de mais 15 mil visitantes, se comparada à edição do ano passado.

A Feira tem como objetivo geral mobilizar a comunidade feirense e da região circunvizinha para a importância da leitura como elemento facilitador da compreensão do mundo e da participação de cada ser na construção coletiva da cidadania. Espera-se contribuir para articulação entre os diversos conhecimentos produzidos sobre leitura e formação do leitor.

A Feira do Livro nasceu do desejo de educadores em despertar os dirigentes de instâncias públicas, privadas e filantrópicas para a importância de implementar políticas públicas do livro e da leitura na sociedade e possibilitar o acesso de pessoas excluídas do universo da leitura e de atividades culturais.

O sonho de executar o evento se tornou realidade em 2008, graças à união de esforços da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Arquidiocese de Feira de Santana, Secretaria da Educação do Estado (Direc-02), Secretaria Municipal de Educação, Serviço Social do Comércio de Feira de Santana (Sesc), Serviço Social da Indústria de Feira de Santana (Sesi), Serviço Social do Transporte / Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/- Senat) e Fundação Pedro Calmon.

Além da exposição e venda de livros, a Feira terá vasta programação que envolve lançamento de livros; contação de histórias e de causos; conversa com o escritor; mesas redondas e palestras; seminário novas letras: outros novos autores; recitais; oficinas; teatro; música; exibição de filmes; biblioteca móvel; planetário – Observatório Antares; apresentação com fantoches; apresentação dos ganhadores do 4º Festival Anual da Canção Estudantil (Face) da Rede Estadual de Ensino; apresentação dos ganhadores do 3º Tempos de Arte Literária ( TAL) da Rede Estadual de Ensino; lançamento de editais de premiação pela Fundação Pedro Calmon; encontros de escritores, de cordelistas e de música.

Maiores informações podem ser obtidas através do site: www.uefs.br/feiradolivro, pelo e-mail feiradolivrouefs@gmail.com e pelos telefones (75) 3161-8154 ou 3161-8254 e da Pró-Reitoria de Extensão da Uefs.

Ascom/Uefs

4ª Feira do Livro de Feira de Santana

 

 

A consolidação de uma política pública de fomento e valorização da leitura será uma das vertentes da 4ª Feira do Livro. O evento, promovido em parceria entre entidades de Feira de Santana e de Salvador, será realizado no período de 16 a 21 de agosto, na Praça do Fórum de Feira de Santana e terá como tema Memórias e Esquecimentos: Leitur@s.

A Feira tem como objetivo geral mobilizar a comunidade feirense e da região para a importância da leitura como elemento facilitador da compreensão do mundo e da participação de cada ser na construção coletiva da cidadania. Espera-se contribuir para articulação entre os diversos conhecimentos produzidos sobre leitura e formação do leitor.

Nascida do desejo de educadores em despertar os dirigentes de instâncias públicas, privadas e filantrópicas para a importância de implementar políticas públicas do livro e da leitura na sociedade, a Feira do Livro tem possibilitado o acesso de pessoas excluídas do universo da leitura e de atividades culturais.

O sonho de executar o evento se tornou realidade em 2008, graças à união de esforços da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Arquidiocese de Feira de Santana, Secretaria da Educação do Estado (Direc-02), Secretaria Municipal de Educação, Serviço Social do Comércio de Feira de Santana (Sesc), Serviço Social da Indústria de Feira de Santana (Sesi), Serviço Social do Transporte / Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/- Senat) e Fundação Pedro Calmon.

Além da exposição e venda de livros, a Feira terá vasta programação que envolve lançamento de livros, contação de histórias e de causos, conversa com o escritor, mesas redondas e palestras, seminário, recitais, oficinas, teatro, música, exibição de filmes, biblioteca móvel e planetário (com participação do Observatório Antares).

A programação completa pode ser acessada no site. Outras informações pelo e-mail   e pelos telefones (75) 3161-8154 ou 3161-8254 e da Pró-Reitoria de Extensão da Uefs.

Ascom/Uefs

Feira do Livro supera expectativa e empolga o público participante

 

Um evento acima da expectativa, em que o público de Feira de Santana e de outros municípios respondeu com participação ativa nos cinco dias de realização. A avaliação da 3ª Feira do Livro – Festival Literário e Cultural, feita pelo coordenador de Extensão da Uefs, Genival Corrêa, reflete a satisfação tanto das pessoas que visitaram os estandes da Feira, armados na Praça João Barbosa de Carvalho (Praça do Fórum), quanto dos expositores, artistas e autores que fizeram lançamentos de obras.

A 3ª Feira do Livro recebeu um grande número de visitantes. Foram debates, mesas redondas, apresentação teatral, lançamentos de livros, recitais de cordel, shows musicais, além da venda de livros. Estimativas indicam que a participação do público superou a expectativa inicial de 10 mil pessoas.

Na tarde de quinta-feira, o escritor Washington Queiroz proferiu palestra com o tema Bahia dos Vaqueiros: um Débito. Na oportunidade falou da importância do vaqueiro na formação das principais cidades do Nordeste do Brasil, especialmente da Bahia, e lamentou o não reconhecimento desta atividade como uma profissão legítima.

Na sexta-feira pela manhã, uma mesa redonda com Aleilton Fonseca, Antonio Brasileiro, Raymundo Luiz Lopes, Valdomiro Santana e Washington Queiroz, coordenada por Roberval Pereyr, abordou o tema O Evento do Livro na Bahia.

No sábado, foi realizada mesa-redonda com o tema Tecendo Cordas: dos Pioneiros à Regulamentação da Profissão do Cordelista (conversa de poetas), com a participação do cordelista Antônio Alves da Silva, do xilógrafo e artista plástico Luiz Natividade e do folheteiro Jurivaldo Alves da Silva.

Novos talentos da literatura

Dentre as atividades da 3ª Feira do Livro, a Oficina de Criação Literária ministrada pelo jornalista e escritor Luís Pimentel atraiu um público diversificado. Participaram estudantes de Letras, História, Direito, Enfermagem e outros cursos, unidos no gosto pela literatura. Eles produziram contos e poemas que serão selecionados para publicação pelo Museu de Arte Contemporânea Raimundo Oliveira.

Para a estudante de odontologia da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Deborah Abreu, a oficina representou um momento importante para escritores iniciantes vivenciarem a dimensão artística. “Foi um encontro oportuno que criou uma atmosfera agradável para o debate e a criação literária”, reconheceu.

 

O escritor Washington Queiroz visitou o evento e afirmou que é muito importante a participação de estudantes numa oficina de criação literária. Na oportunidade, recebeu do jovem escritor, Ricardo Thadeu, o livro de poemas, D’antes. Queiroz aprovou a obra e disse que estava se deliciando com os poemas.

 

Para Thadeu, que é estudante de Letras da Uefs, “a oficina, bem como a Feira, se mostrou de fundamental importância, permitindo o contato com escritores e com o público em geral”.

Luís Pimentel elogiou os trabalhos produzidos pelos participantes da oficina e disse que aquele momento não podia parar ali. “É importante que o grupo continue se encontrando e produzindo sempre”. O ministrante destacou que encontros como este já revelou escritores que seguem ganhando prêmios de literatura pelo país.

Oportunidade de monitoria

A Feira também é uma oportunidade para estudantes da Uefs atuarem como monitores. A estudante de letras, Laís Cristina, disse que a monitoria é uma experiência muito boa. “Permite conhecer pessoas de outros cursos e é uma oportunidade de contribuir para um evento da instituição”, destacou.

A 3ª Feira do Livro é fruto de parceria entre a Uefs, Arquidiocese de Feira de Santana, Prefeitura Municipal, Direc, Sesc, Sesi e Sest/Senat.

 Luciano Ferreira – Ascom/Uefs.

 

Feira de Santana – Começa hoje a terceira Feira do Livro

 

Terceira-Feira do Livro oferece opções para todos os públicos

 A realidade do livro e da leitura na contemporaneidade será tema de debates durante a 3ª Feira do Livro – Festival Literário e Cultural de Feira de Santana. O evento que começa nesta quarta-feira, às 15 horas com apresentação da Banda Marcial do Dispensário Santana e vai até domingo (22), terá a participação de escritores de renome nacional. A praça João Barbosa de Carvalho (Praça do Fórum) em Feira de Santana, local de realização do evento, será palco de debates, palestras, oficinas, apresentação teatral e shows musicais.

O primeiro debate será realizado sexta-feira (20), a partir das 9 horas, com a presença de Aleilton Fonseca, Antônio Brasileiro, Valdomiro Santana e Washington Queiroz que vão discutir sobre a situação do livro na Bahia. À tarde, às 16 horas, Washington Queiroz fará palestra com o tema Bahia e Vaqueiros: Um Débito. Sábado, também às 9, uma mesa redonda com a participação Luis Pimentel, Roberval Pereyr, Edson Machado, Aleilton Fonseca e Antônio Brasileiro vai abordar o tema o Papel do Editor Alternativo.

A programação da Feira inclui uma oficina de criação literária para prosa, poesia, literatura infanto-juvenil e textos de humor que será realizada no Museu de Arte Contemporânea quinta-feira, das 14 às 16 horas, e na sexta-feira das 8 às 10 e das 14 às 16 horas pelo jornalista, cronista, poeta e escritor baiano do município de Gavião, Luís Pimentel.

Hoje residente no Rio de Janeiro, Pimentel trabalhou em redações de jornais e revistas cariocas (Última Hora, Jornal do Brasil,  O Dia, Extra, Bundas e O Pasquim) e foi autor-roteirista de programas de televisão como Chico Anysio Show, Escolinha do Professor Raymundo e Zorra Total. Ele é o escritor baiano com maior número de livros infanto-juvenis já publicados.

Cordel

A Feira do Livro cederá espaço para a literatura de cordel. No sábado, a partir das 14h30, haverá uma mesa-redonda com o tema Tecendo Cordas: dos Pioneiros à Regulamentação da Profissão do Cordelista (conversa de poetas), com a participação do cordelista Antônio Alves da Silva, do xilógrafo e artista plástico Luiz Natividade e do folheteiro Jurivaldo Alves da Silva.

Confira outras informações sobre o evento no site da Feira do Livro

Com informações de Luciano Ferreira e Vivian Leite – Ascom/Uefs