Polêmica: a Bahia e o horário de verão

 

O governo da Bahia havia se posicionado a favor da implantação do horário de verão no Estado, a partir do dia 21 de outubro. No entanto, tudo indica que o governador deverá deixar o Estado de fora do sistema, devido à forte reação popular contrária ao adiantamento dos relógios.

Representantes das seis maiores centrais sindicais do País manifestaram descontentamento com a implantação do novo horário e nesta quarta-feira entregaram ao governador um documento contrário ao horário novo, que penaliza os trabalhadores; além disso,  segundo a Aneel, a economia de energia é insignificante. O governador revelou, ainda, que a Ouvidoria do Estado recebeu cerca de 20 mil manifestações contra a implantação do horário de verão na Bahia.

Ele deve anunciar amanhã, quinta-feira, se o Estado adotará, ou não, o novo horário, após receber o resultado de uma pesquisa que mandou realizar para sondar o desejo da população baiana.

Em véspera de eleições, uma media bastante sábia!

.Eu detesto horário de verão. E você?

 

Uma ideia sobre “Polêmica: a Bahia e o horário de verão

  1. O mais interessante é que o governo havia decidido pelo horario de verao sem consultar ninguém! Quando viu que teria prejuizos politicos, mudou de ideia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.